Google admite que analisa emails de usuários para vender anúncios

O Google atualizou seus termos de serviço neste mês de abril, informando os usuários que os emails que chegam e saem de sua caixa são automaticamente analisados por um software para criar anúncios específicos para eles.

As revisões descrevem de forma mais explícita a maneira com a qual o software do Google faz uma varredura de emails, tanto aqueles armazenados nos servidores do Google como aqueles em trânsito, uma prática controversa que tem sido alvo de disputas judiciais.

No mês passado, um juiz norte-americano decidiu não combinar diversos processos que acusavam o Google de violação de direitos de privacidade de centenas de milhões de emails de usuários em uma única ação coletiva.

Usuários do Gmail acusaram a companhia de violação de privacidade e de ignorar leis federais e estaduais ao analisar suas mensagens para finalidades publicitárias. O Google argumentou que os usuários implicitamente consentiram com essa prática, reconhecendo que esta era parte do processo de entrega de emails.

O porta-voz do Google Matt Kallman disse em comunicado que as mudanças “darão às pessoas uma clareza maior e são baseadas no retorno que recebemos nos últimos meses”.

Os novos termos de serviço do Google acrescentam um parágrafo afirmando que “nossos sistemas automatizados analisam seu conteúdo (incluindo emails) para oferecer a você ferramentas relevantes, como resultados de buscas personalizados, anúncios direcionados, e detecção de spam e malware. Essa análise ocorre enquanto o conteúdo é enviado, recebido e quando é armazenado”.

Anúncios

A capacidade de invasão do Google: Google Glass

Você já ouviu falar do Google Glass?

No dia 15 de abril a venda do Google Glass foi liberada por apenas 24 horas nos Estados Unidos. Ele custa US$ 1.500 (R$ 3.350 mil, em conversão direta), e vem com a lente para usá-lo como óculos de sol, além dos fones de ouvido e várias modificações nas funcionalidades.

glass

O Google Glass é um acessório em forma de óculos que possibilita a interação dos usuários com diversos conteúdos em realidade aumentada. Ele é capaz de tirar fotos a partir de comandos de voz, enviar mensagens instantâneas e realizar vídeoconferências.

Márcio Cyrillo, diretor executivo da CI&T, baseado nos EUA, contou sua experiência com o Google Glass

“Ao tirar o Google Glass da caixa, ele foi logo para o meu rosto e o rapaz do Google me ajudou a ajustá-lo. Se você usa óculos, como eu, o ajuste, por cima de seus óculos, não será perfeito. É por esse motivo que o Google está para lançar uma nova versão do Google Glass que vai se acoplar à armação de óculos comuns. Como a tela projetada no seu olho direito pelo Google Glass é fácil de ler, tenho conseguido usá-lo sem meus óculos. O ajuste serve, então, para que você consiga ver perfeitamente o “holograma” que é a tela de interação com o aparelho. “Holograma” porque é assim que se parece mesmo: uma projeção de tela que se sobrepõe ao que você vê a sua frente, uma sobreposição entre realidade e tela de computador. Só vendo para saber como é. Caminhando na rua, dei um toque para “acordá-lo” e falei “Okay Glass, directions to ABC Kitchen”, um restaurante famoso por aqui. Ele começou a me guiar pelas ruas de Nova York, uma experiência bastante interessante.  Com um gesto simples, você pode visualizar a previsão do tempo e outras coisas acontecendo perto de você. O lado esquerdo de sua timeline é o que acontece agora ou está para acontecer e, à direita, é o passado, tudo o que ocorreu ou o que você fez com o Glass.”

glass_guiando_pelas_ruas

Tudo bem, eu estou apenas filmando!”

Por outro lado, o dispositivo é visto, ao mesmo tempo, como um símbolo da capacidade de invasão do Google e uma representação de seu poder. Nos EUA usuários do aparelho têm sido atacados. O uso do óculos tem sido considerado invasão de privacidade. A experiência dos usuários demonstra que as pessoas não gostam de ser filmadas ou fotografas sem autorização.

 

Fonte 

Faça você mesma: aroma para perfumar sua casa!

Laranja, canela e cravo-da-índia

Esse aroma, além de delicioso, é um dos que mais se espalha pelo ambiente.

51461

Como fazer a mistura de aromas
No fogão

Coloque os ingredientes em uma panela. Cubra-os com água e aqueça em fogo baixo até alcançar a fervura. É a melhor maneira para conseguir o máximo dos ingredientes. Logo sua cozinha vai começar a ficar perfumada e o perfume envolverá toda a casa. Só fique de olho no nível da água, se a panela ressecar, soltará um cheiro de queimado.

Panela elétrica

Ligue sua panela elétrica no mínimo e deixe sua mistura preferida cozinhando lentamente, sem a tampa. O aroma se espalhará pelo ambiente. Não deixe borbulhar e vigie o nível da água. Se começar a ferver, desligue e volte a ligar depois.

Panela de fondue
Ela é um perfeito difusor de aromas portátil. Coloque na sua sala ou na entrada da sua casa quando for receber convidados. Ferva a mistura antes no seu fogão e depois leve-a para a panela de fondue com o fogo baixo. Dessa forma, desprenderá um aroma bem sutil.

Essas misturas de aroma são supereconômicas. Você pode reutilizá-las várias vezes: é só guardá-las na geladeira após o uso e, depois, completar com mais água e reaquecê-la. Atenção! Quando for colocar mais água, coloque sempre água quente, pois  a água fria interrompe a difusão das fragrâncias.

Como armazenar

– Você pode armazenar suas misturas na geladeira por 1 a 2 semanas. Coloque o preparado em uma uma jarra ou vidro bem fechado.

– Você também pode congelar. Nesse caso, congele os ingredientes com ou sem a água, e guarde em potes fechados por 2 semanas a 1 mês.

Para suas próximas misturas de aromas, fique atenta às últimas dicas

– Sempre que for usar gengibre e sobrar um pouco, fatie-o e congele-o para sua próxima mistura de aromas.
– Guarde as cascas de laranja: você pode armazená-las na geladeira ou no freezer.
– Se for precisar só da metade de um limão, refrigere ou congele a outra metade, para suas futuras misturas de aroma.
– O mesmo pode ser feito com as ervas que sobram de uma receita: congele-as.

Fonte

Qual é o melhor chocolate?

Texto retirado de “A Fantástica História do Chocolate” da nutricionista Claudia Ruiz Santana, para o Projeto Na Flor da Idade, da Lareira Instituição.

Conheça mais sobre os chocolates e escolha a melhor opção. Prefira SEMPRE chocolates que tem manteiga de cacau no lugar de gordura vegetal hidrogenada.

Amargo: É composto principalmente por sementes de cacau e pouca quantidade de manteiga, açúcar e leite. Em contrapartida, traz uma taxa alta de flavonóides (antioxidantes naturais). O teor de cacau fica em torno de 50% a 90%.

Meio amargo: Tem as mesmas características do amargo, mas com uma taxa de cacau entre 40% e 50%.

choco7 

 

 

 

 

 

Ao leite: Composto por liquor e manteiga de cacau, açúcar, leite, leite em pó ou leite condensado. Como a quantidade de cacau é menorabaixo de 40% –, não traz grandes vantagens para o coração, mas tem cálcio em sua composição.

Branco: Mistura de leite, açúcar, manteiga de cacau e lecitina. Tem zero de massa ou semente de cacau e, portanto, zero de flavonóides.

De soja: Pode conter uma variada quantidade de cacau. É 100% vegetal, feito com extrato de soja, sem lactose, glúten e colesterol. Indicado para quem tem intolerância à lactose.

Diet: Pode conter uma variada quantidade de cacau, mas há uma retirada de açúcar. Não é, necessariamente, menos calórico, já que pode conter um teor maior de gorduras.

CAFÉ TEOLÓGICO – OS DESAFIOS DA FAMÍLIA NO SÉCULO XXI

24/4 – 20h – LICEU SANTISTA – CAFÉ TEOLÓGICO – OS DESAFIOS DA FAMÍLIA NO SÉCULO XXI

liceu-family-tree-cartoon

O Instituto de Teologia para Leigos da Diocese de Santos Beato José de Anchieta convida para mais uma edição do Café Teológico, a ser realizado no dia 24 de abril, às 20 horas, no Liceu Santista, com o tema “Os desafios da família no século XXI”, com a dra. Ana Annita.
Entrada franca.
Todos convidados.

www.diocesedesantos.com.br

Assessoria de Comunicação Diocese de Santos – Guadalupe Mota 

(13) 9201-0207 /3228-8881.

Quem gosta de chocolate?

Texto retirado de “A Fantástica História do Chocolate” da nutricionista Claudia Ruiz Santana, para o Projeto Na Flor da Idade, da Lareira Instituição.

Uma pergunta que dificilmente vai ter  resposta negativa. Mas quando o assunto é engordar, muitas pessoas acabam dizendo “não” na hora de comer, mesmo quando especialistas dizem que que chocolate faz bem à saúde, em doses homeopáticas.

choco6Mas esse benefício só é obtido se o chocolate tiver acima de 50% de cacau e for consumido dentro de uma alimentação equilibrada. Ou seja, não adianta nada comer chocolate amargo no meio de uma dieta rica em gordura saturada, trans, açúcar e produtos industrializados. Ou seja, tudo em excesso faz mal.

Mais do que antioxidantes

A maior parte dos benefícios trazidos pelo chocolate vem dos polifenóis e flavonóides (chamadoscatequinas e proantocianidinas), que são antioxidantes naturais. Mas o alimento também é uma fonte importante de potássio e magnésio, minerais envolvidos principalmente na força muscular. Ainda possui cafeína, tiramina e teobromina, estimulantes que melhoram o funcionamento do cérebro, aprimorando o raciocínio.

Quanto mais processado ou com mais leite e açucar for o chocolate, menor a quantidade de substâncias ativas que fazem bem ao organismo.

O chocolate ao leite contém cerca de três vezes menos flavonóides do que o amargo.

Não se deve esquecer que, embora saudável, o chocolate é extremamente calórico. Na média, são 120 calorias em cada porção de apenas 25 gramas.