Série ERROS COMUNS NA ALIMENTAÇÃO #1

Confira nesta série as dicas da nutricionista Claudia Ruiz Santana, responsável pela Oficina de Nutrição da Lareira Instituição. Você também pode participar desta e de outras oficinas, gratuitamente! Acesse o site da Lareira e informe-se! 

Esta é a 1ª parte da série de seis artigos sobre o tema.

A educação alimentar é uma das principais ferramentas para entrar em forma, e a mudança de hábito começa dentro de casa.

horario para comerTemos aqui  erros bastante comuns na alimentação do brasileiro, com orientações simples de como evitar estes hábitos. E é nas pequenas mudanças que o excesso de peso e as doenças ligadas a ele vão diminuindo.

Não tomar café da manhã -Algumas pessoas não têm tempo para tomar o café da manhã, outras, simplesmente não têm fome. Depois de um jejum de, no mínimo, seis horas, o corpo precisa de energia para seguir suas atividades. A primeira refeição do dia é essencial. Damos energia para que o corpo possa funcionar e evitamos quadros de hipoglicemia e mal estar.

Tomar muito café ao longo do dia -Um cafezinho fresco é algo irresistível para boa parte dos brasileiros; ele quebra a rotina e representa uma pausa agradável entre as tarefes do dia. O café é bom para o coração, é energético, porém, tem cafeína, que em excesso pode fazer mal para o organismo, principalmente para quem tem histórico de pressão alta. 4 xícaras pequenas por dia é a dose recomendada.

Cortar o carboidrato radicalmente da alimentação -Essa é uma técnica que algumas pessoas usam para emagrecer. A primeira resposta do corpo é mesmo o emagrecimento. Mas depois de certo tempo, a falta de carboidrato pode causar uma fadiga grande, a pessoa vai ficar sem energia, apática, cansada, queda de cabelo, enfraquecimento das unhas e mau humor. O ideal é incluir carboidrato em todas as refeições, de maneira equilibrada.

Pular refeições – Com a correria do dia a dia, pular uma refeição acaba sendo um erro bastante comum. Devemos comer de três em três horas para fazer com que o organismo entenda que ele não vai ficar sem energia. Assim, evitamos com que ele armazene em forma de gordura ao invés de queimar.

Não comer verduras e legumes -O fato de não inserir legumes e verduras é prejudicial porque o corpo terá uma menor ingestão de fibras. As fibras ajudam com a sensação de saciedade. Se a pessoa não ingere fibras, vai acabar comendo outras coisas que não deveria. Além disso, controlam o colesterol, a glicose  e funcionam como um fator protetor. O ideal é que o hábito seja incentivado sempre, mas, caso isso não seja possível, uma dica é incluir mais opções no prato gradativamente, até identificar os legumes e verduras de preferência.

Fontes:  Terra Eufic, Minha Vida

Artigos da Série ERROS COMUNS NA ALIMENTAÇÃO:

Série ERROS COMUNS NA ALIMENTAÇÃO #1

Série ERROS COMUNS NA ALIMENTAÇÃO #2

Série ERROS COMUNS NA ALIMENTAÇÃO #3

Série ERROS COMUNS NA ALIMENTAÇÃO #4

Série ERROS COMUNS NA ALIMENTAÇÃO #5

Série ERROS COMUNS NA ALIMENTAÇÃO #6

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s