Taxa de mortalidade das pessoas que se sentem mais jovens é menor do que as que se acham mais velhas

As pessoas que se sentem três ou quatro anos mais jovens do que a idade que têm registram uma taxa de mortalidade menor do que as que se veem mais velhas, segundo um estudo publicado na revista científica “Jama Internal Medicine”. Os pesquisadores analisaram os dados provenientes de um relatório sobre envelhecimento, a partir de pesquisa realizada com 6.498 pessoas de uma média de 65,8 anos.

A americana de 89 anos patina no gelo há 75. Quando sofreu uma grave lesão na cabeça após um acidente de carro, aos 80 anos, seus médicos a aconselharam a pendurar os patins. Mas ela continua competindo. "Quando estou de baixo astral, vejo meus amigos com suas bolsas de oxigênio e me animo a colocar os patins e sorrir", diz ela.

A americana de 89 anos patina no gelo há 75. Quando sofreu uma grave lesão na cabeça após um acidente de carro, aos 80 anos, seus médicos a aconselharam a pendurar os patins. Mas ela continua competindo. “Quando estou de baixo astral, vejo meus amigos com suas bolsas de oxigênio e me animo a colocar os patins e sorrir”, diz ela.

Os resultados do estudo mostram que, durante um período de 99 meses, a taxa de mortalidade foi de 14,3% entre os que se sentiam mais jovens, 18,5% entre os que sentiam que tinham a idade cronológica exata e 24,6% entre os participantes que se encaravam como mais velhos.

A conclusão é que a percepção que as pessoas têm de sua idade pode refletir seu estado de saúde, seus limites físicos e também no seu bem-estar, destacaram os cientistas.

SABEDORIA

Segundo o psicólogo Clínico e da Saúde Roberto Lopes Sales, “envelhecer é processo natural. Envelhecer com sabedoria e vivacidade é para poucos. Alguns conseguem obter vivacidade por acreditar em suas potencialidades, dentro de seus limites. Afastam a perda da saúde com dietas supernaturais, energéticas, que promovem bem-estar e disposição para atuarem suas vidas, retardando as vicissitudes da velhice propriamente esperadas”, pontua.

ATITUDE POSITIVA

Segundo o psicólogo, ter uma atitude psicológica positiva pode aumentar, não só o tempo de vida, como sua qualidade.Roberto Sales observa também que “manter uma alimentação saudável, ocupando-se com equilíbrio, e ter uma atitude jovial na terceira idade, obtendo uma qualidade de vida psicológica, faz com que o indivíduo promova a si, uma eficaz e promissora vida feliz, quando o idoso chega produtivamente a sua faixa etária, com alegria, promoção da saúde e vitalidade”, ressalta.

Fonte

Roberto Sales observa também que “manter uma alimentação saudável, ocupando-se com equilíbrio, e ter uma atitude jovial na terceira idade, obtendo uma qualidade de vida psicológica, faz com que o indivíduo promova a si, uma eficaz e promissora vida feliz,produtivamente a sua faixa etária, com alegria, promoção da saúde e vitalidade”, ressalta.se desenvolver.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s