Biblioteca digital da USP permite acesso gratuito a casos de corrupção

Em parceria com o jornal O Estado de S. Paulo, instituição lança a “Corrupteca” com mais de 100 mil itens para consulta

corrupteca

Cada vez mais a população tem acesso ao que, desde sempre, deveria ter sido exposto de maneira clara, objetiva e verossímil: a informação. Se atualmente muitos governos ao redor do mundo buscam ampliar o conceito de “transparência”, no passado – não tão distante do presente – as várias formas de fraude aconteciam com maior liberdade. E impunidade.

Para analisar os muitos casos de corrupção investigados e denunciados em território nacional e internacional, a USP (Universidade de São Paulo) e o jornal O Estado de S. Paulo criaram a “Corrupteca“. Alimentada com arquivos digitalizados, a biblioteca online conta com mais de 100 mil itens. Ela ainda está em fase de desenvolvimento, ou seja, o material tende a crescer. São conteúdos científicos sobre corrupção captados de 48.567 periódicos, encontrados em mais de  1.6 mil universidades e centros de pesquisa de 63 países. Há também notícias que compõem o acervo digital do Estadão acumulado desde 1875.

Entre os assuntos abordados estão, por exemplo, o impeachment de Fernando Collor, e o “Mensalão”, caso de crise política vivido durante o governo do presidente Lula. Na página da Corrupteca também é possível conferir as tags dos temas mais procurados. Todo o acesso é gratuito.

Fonte

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s